Esquadrão Suicida é horrível?

esquadraosuicida_26-750x380

Demorei para fazer a resenha, né? Então vamos tentar falar sobre algo que ninguém escreveu ainda. O filme tem seus erros e acertos, na parte gráfica, na caracterização e principalmente no roteiro. Mas, como vocês já perceberam, a Garota Mimimi gosta de ver nas entrelinhas… Se pegarmos a história, podemos estudar filosofia e psicologia por um bom tempo. Ficou louca, baixou a Harley Quinn? É digamos que sim, afinal loucura sempre foi o meu forte!

Na verdade Esquadrão Suicida é um filme de ponto de vista. Como as coisas mudam quando mudamos o nosso olhar, não é mesmo? Quem não ficou torcendo pelos vilões salvarem o mundo?

giphy

Isso é extremamente questionador, a forma como separamos o bem e o mal. E nesse ponto a DC acertou. No início confesso que fiquei com medo de tantas figuras estranhas e loucas, mas é ai que tá a jogada. A loucura é sedutora, e nada melhor do que colocar uma bela mulher para interpretá-la. Chegamos na minha personagem preferida, a Harley. Ela, digamos que é tudo o que somos na verdade, sem as máscaras, sem clichê ou não é? Tá confuso esse texto. Mas se estamos falando de ponto de vista não tem como ser fácil a compreensão.

Existe vantagem em se desprender. Se não fosse a insanidade, esses vilões não teriam coragem para salvar o mundo. Usados por uma “líder” manipuladora, diversas vezes me perguntei quem realmente é cruel nessa história. Os caras mascarados, com armas, pistolas e Katana ou a mulher que passa por cima de tudo para salvar sua pele?

Nessa altura ou você está gostando dessa crítica ou odiando porque não falei de cada ator ou dei alguns spoilers. Mas, avisei que seria bem diferente.

Enquanto alguns personagens brilham na tela, o roteiro deixa a desejar. A DC poderia ter mergulhado no drama de seres excluídos ou pessoas que agem por desejo, etc. Mas, ela insiste em nos apresentar seres robóticos. É ai que a Marvel ganha meu coração, pois ela entra nas mazelas da personalidade. Enquanto a DC prefere estereotipar as coisas. Esquadrão Suicida é um filme incrível nas entrelinhas, mas peca pela superficialidade.

giphy (1).gif

E no meio disso tudo, nós  reconhecemos os bons atores. Will Smith pegou um limão e fez uma limonada, cada expressão dele tinha uma mensagem. O Pistoleiro mostra diversos lados do ser humano, como matar pode ser fácil quando não sentimos nada e como as coisas mudam quando você tem algo a perder. No caso dele, a confiança da única pessoa que ama.

Um outro ponto forte a se observar é o modo como a missão de salvar o mundo das mãos da Magia(vilã histórica) é encarada pelo capitão. E aos poucos você percebe que o personagem encontra seu verdadeiro eu ao lado de pessoas que nunca imaginou que seriam “humanas”. O que algumas pessoas encararam como errado, eu achei no mínimo discutível. Colocar o lado “bonzinho” nos vilões foi magnífico. Ou não? Talvez o certo e o errado seja apenas questão de ponto de vista.

giphy (2).gif

Sobre o Coringa: Nós conhecemos o talento do Jared Leto e ao contrário do Will Smith, o ator não teve oportunidade de demostrar. Cenas cortadas e um Coringa apenas como figurante. Justo? Acho que não. Um personagem tão carismático deveria ser melhor aproveitado e não usado como escada para a relação psicotica com a Harley Quinn.

É tanta coisa para discutir sobre esse assunto, né? Vou falar muito sobre isso ainda, não percam o próximo Garota Mimimi no canal MUNDO MAKEMPI.

MK

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s