O que faz de Sex Education uma boa série?

AAAABQptaKj4rhcvo5RKzVzGyrwExuoygm5VvXgVvcMG8ku8BknJFeGHPO7efb7CbK_rE3ussu-AS3F7MZGbt7Skkhy4Hv213L2NmTow2I9vNLkO6wykJL6VJEW6fx9-aLDWTJEUrN_EvI0

     A Netflix mostra em Sex Education a história de Otis (Asa Butterfiled), um jovem de 16 anos que está no ensino médio. Apesar de ser virgem e ter problemas em se desenvolver sexualmente, ele oferece bons conselhos sobre o assunto para os alunos da escola onde estuda. Percebendo o potencial do personagem de Asa, Maeve (Emma Mackey) o ajuda a
encontrar pessoas que precisam de ajuda em troca de dinheiro.

A produção apresenta dúvidas e questões que a maioria dos adolescentes têm. Para resolvê-las, Otis utiliza o conhecimento apreendido em pesquisas e ao escutar as análises da mãe,Jean (Gillian Anderson), enquanto sexóloga. O relacionamento entre mãe e filho é natural e flui bem, porém o menino não aprova quando Jean tenta aconselhá-lo sobre sexo.

50973594_1532581506886628_3866032391071989760_n    Um dos núcleos da obra apresenta o melhor, e possivelmente o único, amigo de Otis, Eric (Ncuti Gatwa). Sua jornada ao tentar se sentir confiante com sua homossexualidade, questionar seu modo de se expressar para mundo por meio de suas roupas após ser agredido e enfrentar quem o oprime serve de inspiração para quem passa pela mesma circunstância. Da mesma forma, emite a mensagem de que uma pessoa não deve interferir no modo de ser de outra. Eric era feliz quando agia e se vestia conforme queria; depois de ser fisicamente ferido por isso, ficou com medo de ser quem é.

    Temas considerados tabus, como gravidez e aborto na adolescência, além da masturbação feminina, estão presentes na narrativa. Uma das cenas mais emocionantes da série tem como cenário uma clínica de aborto, a qual expõe as diferentes mulheres que optam pelo processo e deixa claro suas diferentes origens.Sex-Education-Asa-Butterfield-700x300
     A direção de fotografia e a trilha sonora contribuem para construir uma boa narrativa. A caracterização dos personagens, a preparação dos atores para interpretar cenas ora
constrangedoras ora de partir o coração é admirável considerando que a maior parte do elenco é composto por jovens. Butterfield consegue fazer um Otis envergonhado, atrapalhado e até mesmo sério quando analisa os problemas de quem o procura.

A Netflix divulgou o número de espectadores nas quatro primeiras semanas em que a
produção ficou disponível online, contabilizando 40 milhões de pessoas. O sucesso pode ser atestado pelo grande público, assim como a renovação para a segunda temporada. Sex Education tem tudo o que uma série adolescente precisa: comédia, drama e sotaque britânico.

Nota: 5

Bruna Nunes
MK

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s